Cloud Computing – Vantagens, Desvantagens e o Futuro dessa Tendência

A chamada computação em nuvem é uma tendência que vem se disseminando aos poucos no mundo web, atingindo tanto os usuários domésticos quanto as empresas que necessitam de uma infra-estrutura boa para manter seus serviços disponíveis sem gastar muito.

Essa nova tendência tem sido incorporada aos poucos no dia-a-dia dos usuários, grande parte deles utilizadores de serviços da Google, principal evangelizadora da ideologia das nuvens, juntamente com a Microsoft e seu Windows Azure, ainda em fase inicial.
CloudComputing
A Google tem diversos serviços que seguem a ideologia da computação em nuvem. Este por sua vez prevê o acesso às informações de qualquer lugar, simplesmente utilizando uma conexão com a internet, independente do sistema operacional, ou localização do usuário. Acredita-se que no futuro, ninguém precisará instalar nenhum tipo de software em seu computador, seja para editar textos, assistir vídeos, ou até mesmo editar imagens, tudo estará disponível na nuvem.

Os serviços on-line são o grande chamariz para os pequenos usuários, afinal, quem não gostaria de poder ter rapidamente um editor de texto, ou um visualizador de imagens ao alcance do mouse, sem precisar se preocupar, em qual o melhor programa para realizar aquela determinada tarefa, ou ainda ter que baixar um programa que supra essa necessidade.

A questão é que a computação em nuvem traz facilidades que antes pareciam impossíveis aos pequenos usuários e torna sua experiência na web muito mais simples e produtiva.

Por outro lado, a computação em nuvem também auxilia as empresas que querem ter seu espaço dentro da rede. É muito comum encontrar serviços populares que rapidamente viram febre na web, trazendo consigo um numero inimaginável de usuários, o que pode se tornar um problema se a empresa que disponibiliza esse serviço não estiver preparada, é ai que entra a computação em nuvem.

Serviços que tem muitos usuários também demandam muito processamento, geram grande fluxo de dados, e precisam de espaço para armazenar essas informações. Isso se torna um problema, pois na maioria das vezes as empresas que disponibilizam esse serviço são compostas por alguns poucos funcionários e não tem condições de investir alto em infra-estrutura. A computação em nuvem é uma ótima saída, pois pode-se simplesmente contratar mais espaço ( mais servidores) na nuvem, isso mantém o serviço funcionando independente da demanda.

Outra característica fundamental da computação na nuvem é a confiabilidade e disponibilidade, isso se deve a um dos fatores que estão por traz de toda essa maravilha, são os sistemas distribuídos, a base para a Cloud Computing.

Como o próprio nome já diz, sistemas distribuídos funcionam utilizando-se várias técnicas para dividir as tarefas assumidas em vários computadores (ou conjunto de computadores). A computação em nuvem é baseada nisso, não existe um único computador responsável por tudo, na verdade existem diversos computadores trabalhando ao mesmo tempo, todos interligado através da rede ( “internet” ).

Sistemas distribuídos são a base para toda essa inovação, e tornam possível todas as promessas da computação em nuvem, simplesmente pelo fato de que se existe demanda, basta distribuir o trabalho em mais computadores ( servidores ), e está tudo resolvido, o sistema é capaz de se manter usando mais infra-estrutura.

Vantagens

A computação em nuvem é um campo que agrada a “gregos e troianos”, atende às necessidades dos pequenos usuários com seus serviços web, e atende também as pequenas e grandes corporações com sua possibilidade de escalabilidade, confiabilidade e disponibilidade.

Tudo isso pode ser visto como vantagem, afinal tudo isso é muito bom para todos, porém o uso da computação em nuvem traz benefícios que atingem outros setores. Se pensarmos que cada empresa que disponibiliza algum serviço na web tiver sua própria infra-estrutura, podemos imaginar que com o passar do tempo cada uma delas terá o seu próprio lixo tecnológico, afinal, a volatilidade de equipamentos em informática é muito alta, equipamentos são substituídos rapidamente em busca de mais poder de processamento e armazenamento. O gasto com energia também é um fator à se considerar, afinal manter servidores ligados dia e noite com refrigeração e uma estrutura de no-breaks requer um bom investimento, que seria poupado com a utilização da nuvem.

Outro fator que atrai muita gente para os serviços baseados em nuvem é a disponibilidade, não é preciso nada alem de uma conexão com a Internet para ter nas mãos o serviço pretendido. Com o advento da Internet e dos computadores, ter uma conexão razoável hoje em dia, não pode ser considerada uma “coisa difícil”.

Uma questão que atrai muitas empresas ( principalmente as pequenas ) é o fato de não precisar se responsabilizar pelos seus dados, ou se a conexão com a Internet está saturada, afinal, é mais fácil pagar uma taxa por mês para que alguma empresa assuma essa responsabilidade, do que pagar um funcionário, que pode cometer erros e por tudo a perder. Sem contar que para muitas empresas, aumentar sua infra-estrutura está ao alcance de um clique quando se está na nuvem, isso é surreal do ponto de vista físico, mas perfeitamente possível quando ser fala em computação em nuvem ( sistemas distribuídos ), basta pagar mais para ter mais recurso.

Ao usuário final é muito atraente a idéia de que se seu computador apresentar problemas catastróficos, seus dados estarão salvos, acessíveis de qualquer outro lugar ao alcance de um clique, isso traz uma confortável idéia de segurança, segurança essa que muita gente busca depois de acontecimentos desastrosos com seus dados; “nada melhor do que ter certeza que aquela apresentação da monografia está salva no meu email”.

Do lado corporativo, é inevitável assumir que a computação em nuvem é a melhor forma de empregar investimentos em hardware, afinal tudo pode ser utilizado usando a web, tudo está disponível na internet, não é preciso investir alto em uma maquina com alto poder de processamento para fazer tarefas simples como um servidor de arquivos, ou ainda um servidor de email, é muito mais simples contratar algum serviço na nuvem, que desempenha essa tarefa, com segurança e confiabilidade.

Uma outra vantagem da computação em nuvem é o fato de que os administradores de rede não precisam se preocupar com atualizações constantes de software, nesse modelo de computação, os sistemas podem ser constantemente aperfeiçoados, sem risco de impactos ao usuário final. Isso traz segurança à quem trabalha na área, pois junto com esses aperfeiçoamentos, vem um nível maior de segurança, e mesmo que haja mudanças em alguns pontos importantes do sistema, os utilizadores do mesmo não sofrem com essa mudanças, prova disso é o Gmail, que já passou por inúmeras mudanças, mas nem por isso deixou de estar disponível ao seu altíssimo numero de usuários.

Sem duvida uma grande vantagem, alem de tudo que já foi dito é o fator que certamente é levado em consideração por muitas empresas, o custo da nuvem. É fato, contratar servidores conforme a demanda, pagando por hora é muito mais “lucrativo” do ponto de vista de investimentos. Imagine uma empresa investir um valor alto em uma infra-estrutura que provavelmente terá toda sua capacidade utilizada por apenas uma ou duas horas por dia, e durante o resto do tempo ficar ociosa, compensa muito contratar servidores extras para esse período de alta demanda, depois “devolve-los”.

Desvantagens

É claro que num mundo ideal, a computação em nuvem não teria defeitos, mas se tratando em termos de informática, nada é perfeito, e a Cloud Computing apresenta também algumas desvantagens e problemas.

A primeira preocupação de quem tem seus dados na nuvem seja um usuário domestico ou corporativo é, onde de fato estão esses dados? Eles estão seguros? Como alguém pode garantir isso? A questão é que investir na nuvem pode ser algo arriscado do ponto de vista de segurança e confiabilidade, afinal, nunca se sabe quem realmente manipula essas informações, ou onde elas realmente estão. É possível que os arquivos pessoais de um utilizador do Gmail estejam salvos em servidores localizados em outro pais, onde as leis que protegem a integridade dessas informações seja outra, ou até mesmo que esse pais não tenha lei nenhuma.

Outra preocupação que deve ser pensada é para o caso de se precisar de algum dado em um determinado momento e não haver conexão disponível, ninguém está livre de precisar de uma planilha contendo informações essenciais para um determinado momento e por algum motivo não ter internet para acessar esse documento.

A segurança é um fator crucial, quem garante que os dados armazenados na nuvem não possam ser acessados por outras pessoas e utilizados de forma indevida? Recentemente tivemos uma demonstração do quanto pode ser constrangedor o vazamento de informações (Wikileaks), e infelizmente esse tipo de acontecimento não está livre de acontecer no mundo das nuvens.

A questão é que esse é um grande desafio para as empresas que participam deste mercado, e essa tendência vem crescendo conforme vão sendo resolvidos alguns problemas relacionados a Cloud Computing. O grande problema ainda é a questão da confiabilidade, enquanto não houver garantias de segurança de forma que todos possam ficar “tranqüilos” a computação em nuvem ainda terá seus opositores.

Pode-se perceber a reação que essa tendência traz em alguns setores, o que demonstra claramente que nem tudo são flores quando se fala em toda essa virtualização:

–  É uma estupidez! Pior que estupidez: é uma campanha de marketing “hype”!

–  Alguns dizem que é inevitável – toda vez que você ouvir isso é porque existe por trás uma série de empresas “forçando” para isso se tornar realidade. (Richard Stallman)

Existem muitos outros pensamentos que demonstram como a computação em nuvem pode não ser tudo o que promete:

– Dados sensíveis sendo processados fora da empresa trazem, obrigatoriamente, um nível inerente de risco. Os serviços terceirizados fogem de controles “físicos, lógicos e de pessoal” que as áreas de TI criam em casa.

– As empresas são as responsáveis pela segurança e integridade de seus próprios dados, mesmo quando essas informações são gerenciadas por um provedor de serviços.

– Mesmo se a empresa não sabe onde os dados estão, um fornecedor em cloud devem saber o que acontece com essas informações em caso de desastre

– Quando uma empresa está usando o cloud, ela provavelmente não sabe exatamente onde os dados estão armazenados. Na verdade, a empresa pode nem saber qual é o país em que as informações estão guardadas.

Outro ponto importante de se pensar é se uma empresa que oferece Cloud, pode realmente cumprir com todas as suas promessas, é muito fácil garantir segurança baseando-se em meios de segurança atuais. A questão é que a cada dia são criadas novas formas de segurança, mas ao mesmo tempo isso se torna um desafio para qualquer um que queira realizar um ataque.

Cloud computing é uma tendência que tem se mostrado inevitável, porém possui alguns pontos que ainda precisam ser discutidos e resolvidos, principalmente quando se trata de segurança.

Uma preocupação que quem contrata a nuvem deve ter, são os provedores de nuvens, e os preços que eles cobram, quantos são e quais as diferenças de cada um, talvez buscar uma empresa que proporcione essa solução de forma mais barata, pode significar o risco de contratar uma infra-estrutura que prometa, mas não atenda suas necessidades, ou ainda, que tenha falhas serias de segurança. Quando se fala em Cloud Computing é preciso pensar em tudo isso.

Consequências

Computação em nuvem é uma tendência que veio para ficar, ao menos essa é realidade que está se mostrando atualmente, cada vez mais temos serviços exclusivamente web, baseados em nuvem e o numero de usuários aumenta exponencialmente a cada dia. A partir do momento que todos estão habituados com essa forma de interação com a internet, tem-se um quadro, onde tudo será baseado na internet.

Empresas que dedicam uma parcela do seu marketing ao Brasil são poucas, porem o mercado é relativamente vasto se levarmos em consideração os outros países. Pode-se citar como exemplos de empresa que disponibilizam esse tipo de inovação: HostLocation, TeclaCloud, RedeHost, entre outros, todos eles tem opções de sistemas operacionais, freqüências de processamento, acesso ao disco e clock do processador, com variedades de preço, o diferencial de cada uma são as vantagens oferecidas e a tão debatida questão de segurança.

Ao final, é impossível afirma com certeza quais os rumos que a computação em nuvem vai realmente tomar, isso vai depender muito da adesão dos usuários, e dos problemas que podem surgir. A realidade é que atualmente, todos dependem da nuvem, independente do tipo de aplicação usada, basta estar navegando na internet para estar em meio a “Nuvem”.

Referências Bibliográficas:

http://www.hostlocation.com.br/cloud/?gclid=COn25pDo-6cCFQLs7QodJR2Wrw

http://idgnow.uol.com.br/computacao_corporativa/2008/08/13/cloud-computing-entenda-este-novo-modelo-de-computacao/paginador/pagina_4

http://www.tecmundo.com.br/738-o-que-e-computacao-em-nuvens-.htm

http://umanovavisao.wordpress.com/tag/computacao-nas-nuvens/

http://olhardigital.uol.com.br/negocios/central_de_videos/cloud_computing_-_startups

http://calusbr.wordpress.com/author/calusbr/

13 comentários sobre “Cloud Computing – Vantagens, Desvantagens e o Futuro dessa Tendência

  1. sou meio retardada(atrasada) estas nuvem são satelites,é isso?

  2. Esse artigo tá muito bom. Deveria valer um Dez para qualquer professor!

  3. katiéli duarte

    ótimo artigo. estava mesmo procuraldo algo sobre essa nova “tendência”

  4. Junior Haas

    Boa! Muito esclarecedor para quem quer uma introdução ao assunto.

  5. Email Silva

    A nuvem de que tanto falam se trata do el niño? Vai chover muito e ventar muito forte na Terra? Por favor, responda essas questoes, estou com duvidas…

  6. Olá, muito bom este artigo, esclarece bem sem dar muitas voltas; é simples e objetivo.Gostei muito, parabéns!

  7. foi muito legal meus amigos tambem acharam legal

  8. e mesmo
    cara
    ……….

  9. Não gostei podia simplificar as vantagens e desvantagens de forma a uma percepção global

  10. Amigos brincadeiras a parte, isso é o futuro chegando e quem não estiver antenado com essa tecnologia vai ficar para trás e fora das nuvems é melhor correr atrás .

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s