Windows 32 ou 64 bits? Qual usar?

Acredito que a grande maioria dos usuários de Windows não saiba que esta diferença existe, mas se você está na dúvida sobre qual destas versões deve usar, talvez alguns esclarecimentos o ajude.

Como tudo começou…

Até pouco tempo atrás (< 2003) os computadores domésticos (vou me focar na versão cliente e não na servidor, ok?) utilizavam processadores de 32 bits (x86), o que implicava que os Sistemas Operacionais deveriam ser de 32 bits e, até então, a versão cliente do Windows só existia para esta arquitetura. Com o surgimento dos processadores 64 bits (x64) deu-se início ao desenvolvimento das versões 64 bits do Windows. Nesta época, a versão “corrente” do Windows era o “Windows XP”. Então a Microsoft desenvolveu o “Windows XP 64 bits Edition” para dar início a esta transição. O que poucos desta geração (a qual faço parte) sabem é que já aconteceu uma transição desta quando os processadores passaram de 16 para 32 bits. O que não sei dizer é se as pessoas daquela época passaram por este dilema (Usar SO 16 ou 32 bits?).

Diferenças entre os processadores

Antes de falar sobre os Sistemas Operacionais é necessário mostrar as diferenças entre os processadores.

Característica\Processador x86 x64
Tamanho dos registros do processador 32 bits 64 bits
Total de memória endereçável 4 Gigabytes
(2^32)
16 Exabytes
(2^64)
Roda programas de 16 bits? Sim Não
Roda programas de 32 bits? Sim Sim
Roda programas de 64 bits? Não Sim

Os processadores 64 bits contém um conjunto de instruções chamado “x86-64”. Isto quer dizer que eles contêm o conjunto de instruções dos processadores 32 bits mais o conjunto específico dos processadores 64 bits e é por esta razão que é possível usar um Sistema Operacional 32 bits em um computador com processador x64.

O Windows XP 64-bit Edition

Como dito anteriormente, esta foi a primeira versão cliente do Windows com suporte aos processadores x64. No que toca os aplicativos 64 bits esta versão do Windows se saiu muito bem. O problema foi com os aplicativos 32 bits. Pelo menos quanto utilizei, a uns 3 anos atrás, o suporte era muito limitado, várias aplicações davam problema, não rodavam bem, travavam e etc, além de não haver uma versão em português. Outro grande problema foi a falta de suporte dos fabricantes, muitos dispositivos simplesmente não podiam funcionar com o Windows XP 64-bit por não haver drivers para eles. Sinceramente, não recomendo o seu uso…

O Windows VISTA e o Windows 7 64 bits

A partir do Windows VISTA o suporte à arquitetura 64 bits ganhou maior atenção. As versões 64 bits do Windows VISTA e do Windows 7 suportam as aplicações 32 bits de uma forma muito melhor que o Windows XP 64-bit graças à tecnologia WoW64 que é um subsistema 32 bits. Em razão disto, a maioria absoluta das aplicações 32 bits rodam nestas versões do Windows de forma tão transparente que a impressão que nos dá é que estamos em um Sistema Operacional 32 bits

Os fabricantes também começaram a dar maior atenção à arquitetura 64 bits. Hoje em dia ao comprar um novo computador, os drivers 64 bits já vêm incluídos no CD/DVD que acompanha a placa-mãe.

E aí? Qual usar?

Se você fizer uma breve pesquisa na Internet, provavelmente a maioria dos autores diz que se você é um usuário “normal” que usa o computador para acessar a internet, jogar, editar texto e etc. deve usar a versão 32 bits do Windows a menos que tenha mais de 4 Gigabytes de memória.

Discordo deste ponto de vista. Primeiro por que versões 32 bits do Windows não gerenciam 4 Gigabytes de memória como teoricamente é afirmado, na verdade ele já começa a ter problemas por volta dos 3 Gigabytes.

Segundo, por que adiar essa transição? Mais cedo ou mais tarde isto será necessário, e já se fala em arquitetura 128 bits, e ai? A não ser que você tenha um bom motivo para continuar usando um Sistema Operacional de 32 bits, como, por exemplo, a necessidade de utilizar um programa de 16 bits ou pouca memória (menos que 2 Gigabytes), use uma versão 64 bits do Windows.

Uso o Windows 7 Ultimate 64 bits desde a versão beta. Uso vários programas, desde os "normais" (Office, Messenger, Browser e etc.) até os "específicos" (Editores de imagens, Editores de áudio, IDEs e etc.) e nunca tive problemas.

Para finalizar, veja este vídeo que demonstra a diferença de processamento numa mesma configuração de computador, mas com Sistemas Operacionais diferentes:

Referências:

Peopleware – Sabe o que são processadores de 64-bit?
InfoWester – Processadores de 64 bits x Processadores de 32 bits
Wikipedia – WoW64

2 comentários sobre “Windows 32 ou 64 bits? Qual usar?

  1. E aí…

    Então cara, concordo com você a respeito das comparações e tudo mais.
    Mas, voltei ao XP. O Windows 7, ainda tem algumas incompatibilidades para os programas que utilizo.
    E devido a isso, preferi, voltar a utilizar o XP, que além de não dar tantos erros, ainda é mais veloz, e melhor em processamento na minha máquina.

    O Windows 7, é um OS sensacional, mas alguns detalhes ainda precisam ser revistos!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s